Download Ficha Português 6.º ano PDF

TitleFicha Português 6.º ano
TagsLinguistics Linguistic Typology Semiotics Languages
File Size71.1 KB
Total Pages4
Table of Contents
                            GRAMÁTICA
ESCRITA
                        
Document Text Contents
Page 1

Treino para o 2.ºMomento de Avaliação de PORT

A aldeia de Pedro Alecrim

A camioneta vai ficando vazia, paragem após paragem. Quando eu e o Nicolau, e também a Rita, a Joana e o

Martinho, descemos, o motorista tem a acompanhá-lo apenas o silêncio da camioneta, que arranca aos solavancos1,

engasgada em fumo negro.

A Joana não se cansa. Entra logo em casa que fica rente à estrada. Espera-a um cão minúsculo, o Beloi, que

nos cumprimenta com meia dúzia de ladridos.

Já com a motorizada a trabalhar, bem acelerada, sem guarda-lamas e bastante amolgada, o Afonso, irmão da

Rita, aguarda-a com impaciência, prestes a começar uma corrida louca. Não sei como é que a Rita ainda não nos

apareceu com um braço engessado, ou com a caratoda pintada com tintura! O Afonso adora correr. Só não treina a

sério para campeão nacional de motocrosse porque não tem dinheiro para comprar uma máquina potente.

O Martinho entra na loja da mãe, um pomar ali perto da paragem da camioneta, sempre cheio de abelhas que

se fartam de reinar sobre a fruta.

Ficámos eu e o Nicolau. Para chegarmos a casa temos de andar um bom pedaço por entre campos e montes.

De vez em quando, assustámo-nos quando, saído duma lura, salta um coelho bravo e foge a grande velocidade, ou

vemos as perdizes a levantar voo, assustadas com a nossa presença.

E lá vamos nós a subir, sempre a subir. Que ideia tola foi essa dos nossos pais em terem resolvido morar numa

aldeia tão pequena! São vinte casas, contadas e recontadas, com cinco lâmpadas públicas quase sempre fundidas,

dois fontanários e um lavadoiro público, uma capela e uma venda onde há de tudo, desde fósforos a panelas.

Felizmente que a luz elétrica chegou ao Pragal quando eu andava na escola primária. Lembro-me que nesse

dia estoiraram foguetes e o tio Zé Maria Coxo, o dono da venda, ligou a televisão a cores e fartou-se de vender

bebidas e rebuçados.

O Nicolau e eu sabemos os caminhos de cor. Sabemos o sítio onde fica uma pedra mais escura, onde brota a

mais pequenina nascente, o local exato dum buraco mais avantajado2. E somos amigos das rãs, que vivem

descansadas nas poças de água, cobertas por uma manta de limos verdes.

António Mota, Pedro Alecrim, Edinter Jovem

Vocabulário:
1 solavancos: balanços imprevistos ou violentos de um veículo ou da pessoa que este transporta.
2avantajado: que excede as dimensões do que é normal.

Page 2

Responda aos itens seguintes, de acordo com as orientações dadas.

1. O texto começa com a chegada da camioneta à aldeia de Pedro Alecrim.
1.1. Transcreva a expressão que prova que, depois da saída dos cinco adolescentes, o condutor fica sozinho.
1.2. Identifique o recurso expressivo presente em «[...] camioneta, que arranca […] engasgada em fumo negro.» (l.3

e 4) e explique o seu valor.

2. A certa altura, o narrador apresenta a sua opinião quanto ao facto de a sua família ter ido viver para aquela aldeia.
2.1. Transcreva a frase em que ele manifesta essa opinião.
2.2. Descreva em dois aspetos, no mínimo, a aldeia de Pedro Alecrim.

3. Mencione como expressaram as pessoas a sua alegria, no dia em que a eletricidade chegou ao Pragal.

4. Explique a seguinte expressão: “[…] andar um bom pedaço por entre […]” (l.13).

5. “E somos amigos das rãs […]” (l.22)
Relacione a expressão anterior com a origem/proveniência de Nicolau e Pedro.

6. No capítulo três, Pedro questiona-se sobre «Como é que se pode gostar de Português com uma professora assim?».
Concorda com a questão? Porquê? Justifique a sua resposta, apresentando, pelo menos, dois motivos que atestem o

seu ponto de vista.

GRAMÁTICA

1. Releia as expressões e identifique as classes a que pertencem as palavras destacadas da coluna A, associando-as

às respetivas classes gramaticais apresentadas na coluna B.

A B

1. «[…] um lavadoiro público […]» (l.18)
2. «[…] com meia dúzia de ladridos.» (l.6)
3. «[…] tem a acompanhá-lo […]» (l.2)
4. «[…] e bastante amolgada, […]» (l.7)
5. «[…] reinar sobre a fruta.» (l.12)
6. «[…] que nos cumprimenta […]» (l.5 e 6)
7. «[…] descemos, o motorista […]» (l.2)

(A) preposição
(B) verbo
(C) adjetivo
(D) advérbio
(E) pronome
(F) determinante
(G) nome

2. Classifique a relação que se estabelece entre as palavras destacadas em cada alínea.

(A) — Mexe o molho com a colher, enquanto eu vou colher flores ao jardim.

(B) Era uma casa com um muro coberto de hera.

Similer Documents